A Infância do Rei

Dico calça as chuteiras e sai para fazer o que mais gosta: jogar futebol. Em campo, o menino magrinho, de 11 anos, é dono de si e da bola. Ele dribla, cabeceia, empurra e mira no gol. Na ocasião, a pequena platéia da cidade de Bauru (interior de São Paulo) não fazia ideia que nascia ali Pelé, o maior atleta de todos os tempos. Mas foi nos gramados da Vila Belmiro que ele se tornou Rei.

 

“Eu sonhava em jogar como meu pai”, confidenciou Edson Arantes do Nascimento, mineiro da cidade de Três Corações, filho de Celeste e do conhecido jogador Dondinho. Edson teve uma surpresa, porque Pelé foi muito além. Superou seu próprio sonho e, até mesmo, a promessa de ganhar uma Copa do Mundo para seu pai. “Na final da Copa de 50, o Brasil perdeu para o Uruguai e meu pai ficou muito emocionado.Quando eu o vi em lágrimas, só pude pedir para que não chorasse porque eu iria ganhar uma Copa do Mundo para ele”, lembrou o Rei, que saiu campeão de três Copas do Mundo, colecionou mais de 50 títulos e 1.281 gols em sua gloriosa carreira.

 

Aos 11 anos, Pelé foi descoberto pelo jogador Waldemar de Brito que o convidou a fazer parte da equipe que estava organizando: o Clube Atlético de Bauru.

1/9

Assim que Pelé (foto) chegou à Vila Belmiro, em oito de agosto de 1956, Waldermar de Brito avisou ao clube santista: “Esse menino vai ser o melhor jogador de futebol do mundo”. Não demorou muito para a profecia começar a se concretizar. Um mês depois de sua chegada ao alvinegro praiano, que já era um time bicampeão paulista, Pelé estreou na equipe principal. “Minha estréia foi em um torneio amistoso contra o Corinthians de Santo André. Entrei no segundo tempo, no lugar de Del Vecchio e fiz o sexto gol do placar de 7 a 1. Foi meu primeiro gol com a camisa do Santos”, contou.

 

Aos 16 anos, participou de um torneio de quatro equipes européias e brasileiras. O time em que atuou foi um combinado Santos e Vasco e, em uma das partidas, Pelé fez três belos gols. Daí em diante, o Brasil todo começou a enxergar o futuro Rei do Futebol.

 

Convocado para usar a camisa verde e amarela, em 1957, Pelé levou o país a conquistar o título de campeão da Copa Roca. “Foi meu primeiro título internacional e com a camisa da Seleção Brasileira”, lembrou. O sucesso continuou aos pés de Pelé durante a disputa do Campeonato Paulista de 57, do qual foi artilheiro. “Já no meu primeiro campeonato, fiz 36 gols. Para um garoto de 16 para 17 anos, essa é uma grande conquista”, declarou o dono da imortalizada Camisa 10.

 

Pelé conquista o mundo.

Pelé conquista o mundo Em menos de um ano, Pelé viu-se diante da grande oportunidade de concretizar a promessa que havia feito a seu pai: ganhar uma Copa do Mundo. Seu primeiro gol na Copa foi contra o País de Gales e classificou o Brasil para a semifinal. Na final da Copa de 58, a Seleção Brasileira conquistou seu primeiro título mundial depois de ter goleado a anfitiriã Suécia por 5 a 2.Pelé não agüentou e desmaiou em campo (na foto acima Pelé e amparado por Gilmar). “A emoção de participar de algo tão grandioso foi tão importante para mim que nem consigo expressar. Foi a primeira vez que fiz uma viagem para o Exterior e, ainda, realizei meu maior sonho. Com 17 anos, tornei-me o mais novo campeão do mundo. Além disso, levamos o nome do Brasil para fora e demos abertura para outros negros participarem da Copa, pois, até então, eu era o único “, declarou o Rei.

O Jogador

Deixando pegadas de glória e saudade pelo Brasil, sua despedida oficial da Seleção foi em julho de 1971. Três anos depois, chegou a vez do Rei dar adeus ao Santos FC, em outubro, durante a partida contra a Ponte Preta. É uma das imagens mais marcantes de Pelé: ele está ajoelhado no meio do gramado do Estádio da Vila Belmiro, de braços abertos e com a bola parada no chão diante dele. Pelé, aos soluços, pede perdão (foto). É o fim de um casamento de 18 anos, seis meses e 26 dias.

 

Entretanto, a magia do futebol daquele homem que, com seus pés de ouro, fazia arte em campo, ficará imortalizada pelos gramados da Vila Belmiro e na memória daqueles que o assistiram. Porque quem é rei, nunca perde a majestade. Porque Pelé é eterno. “Sinto muita saudade daquela época, principalmente dos meus amigos de equipe. Realmente, isso me deixa muito emocionado”.

A Despedida da Vila

• Atleta do Século

Anunciado pelo Comitê Olímpico Internacional, depois de votação entre os comitês olímpicos nacionais, em 1999. Detalhe: Pelé nunca participou de uma Olimpíada

 

•Profissional que Transformou o Futebol

Concedido pela revista Sports Illustrated, dos EUA, após consulta a jornalistas de diversos países (1999)

 

• Maior Futebolista do Século

Concedido pela UNICEF em Viena, na Áustria (1999)

 

• Atleta do Século

Concedido pela agência de notícias Reuters, da Inglaterra, após eleição com jornalistas de todo o mundo (1999)

 

• Título de Sir-Cavaleiro Honorário do Império Britânico

Concedido pela Rainha Elizabeth II (1997)

 

• Atleta do Século

Concedido pelo grupo DuPont, da França, após pesquisa mundial (1996)

 

• Dia Pelé

Instituído oficialmente pela prefeitura de Santos, comemorado em 19 de novembro, dia do milésimo gol (1995)

 

• Medalha dos Direitos Humanos

Concedida pela organização judaica B´nai B´rith por seu trabalho contra o preconceito racial (1995)

 

• Cruz da Ordem da República Húngara

Concedida pelo governo da Hungria, é a mais alta condecoração do país (1994)

 

• Embaixador para a Educação, Ciência e Cultura

Concedido pela Unesco em Paris (1994)

 

• Membro do Hall da Fama

Concedido pela cidade de Oneonta, Estado de Nova York, EUA (1993)

 

• Embaixador da Boa Vontade

Concedido pela Unesco (1993)

 

• Embaixador da Organização para Ecologia e Meio Ambiente

Concedido pela ONU (1992)

 

• Rua Pelé

Inaugurada em Montevidéu, no Uruguai, com a presença do presidente da República Luis Alberto Lacalle (1992)

 

• Ordem Nacional do Mérito

Concedida pelo governo brasileiro (1991)

 

• Praça Pelé

Inaugarada em Los Angeles, nos EUA (1984)

 

• Ordem do Mérito Desportivo Sul-Americano

Concedida pela Conmebol em seu aniversário de 75 anos, em Assunção, no Paraguai (1984)

 

• Ordem da FIFA

Concedida pela FIFA em seu aniversário de 80 anos (1984)

 

• Prêmio aos Valores Humanos

Concedido pela prefeitura de Nova York (1983)

 

• Estátua na Índia

Inaugurada em Durgapur, Estado de Bengala (1983)

 

• Grande Marechal da Hispanidade

Concedido pelas associações hispânicas de Nova York, com direito a desfile em carro aberto pelas ruas (1981)

 

• Atleta do Século

Concedido pelo jornal francês L´Equipe, depois de eleições junto a jornalistas de todo o mundo. O anúncio foi no final de 1980 e o prêmio entregue em Paris no ano seguinte (1981)

 

• Comenda da Ordem dos Campeões

Concedido pela Organização da Juventude Católica, em Nova York (1978)

 

• Grã-Cruz do Mérito Desportivo

Concedido pelo governo brasileiro (1977)

 

• Diploma de Mérito de Cidadão do Mundo

Concedido pela Unicef em solenidade na sede da ONU, em Nova York (1977)

 

• Cidadão de Nova Jersey

Concedido pela prefeitura da cidade norte-americana. O prefeito oficializou o dia 1º de outubro como o Dia Pelé, para marcar a despedida do Rei do Futebol (1977)

 

• Cidadão Honorífico de Los Angeles

Concedido pela prefeitura da cidade norte-americana (1977)

 

• Cidadão de Bauru

Concedido pela Câmara de Vereadores da cidade (1975)

 

• Estádio Pelé

Inaugurado em Teerã, capital iraniana. O Deyhim Esporte Clube, time local, muda de nome para Pelé Esporte Clube (1971)

 

• Estátua Rei Pelé

Inaugurada em Três Corações, cidade natal de Pelé, com a presença do Rei e dos embaixadores da Suécia, do Chile e do México (1971)

 

• Prêmio da Academia Francesa de Esportes

Concedido pela primeira vez a um atleta de esportes coletivos (1971)

 

• Medalha Vermelha de Paris

Concedida pela prefeitura da capital francesa (1971)

 

• Bola de Prata

Concedida pela revista Placar, que lhe entregou o primeiro troféu para depois considerá-lo hours-concours da promoção anual (1970)

 

• Bola de Ouro

Concedida pela revista Placar, que lhe considera hours-concours da promoção anual (1983)

 

• Filho Predileto da Cidade de Guadalajara

Concedido pela prefeitura da cidade mexicana em (1970)

 

• Estádio Rei Pelé

Inaugurado em Maceió, Alagoas (1970)

 

• Comendador da Ordem do Rio Branco

Concedido pelo governo brasileiro após a marcação do milésimo gol (1969)

 

• Cavaleiro da Ordem do Rio Branco

Concedido pelo governo brasileiro (1967)

 

• Espada de Honra do Futebol

Concedida pelo Anuário do Futebol da Inglaterra. A espada foi confeccionada à mão pelos armeiros da Rainha. Foi o primeiro não-britânico a ser condecorado (1966)

 

• Cavaleiro da Legião de Honra da França

Concedido pelo governo francês (1963)

Títulos e Honrarias

Fora de Campo

Vida Política

Em 1992, Pelé começou a se envolver na política, ao apoiar a candidatura do advogado Vicente Cascione à Prefeitura de Santos. Cascione não foi eleito. Em 1995, a Prefeitura Municipal da Cidade de Santos instituiu o Dia Pelé, comemorado em 19 de novembro, mesmo dia do milésimo gol do Rei. Além disso, no primeiro governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, Pelé (foto) foi ministro dos Esportes (1995 a 1998), quando fez a Lei Pelé que acabou com o passe no futebol nacional e revolucionou a prática desportiva no país.

 

pele-e-stallone

Pelé Ator

Pelé teve participações em algumas novelas da Rede Globo e em dez filmes devido a sua notariedade como ídolo público mundial e por ser um grande ator. O primeiro filme sobre Pelé foi Rei Pelé, de 1963, onde participou boa parte do elenco do Peixe como atores coadjuvantes, como Pepe e Zito. Em 1974, aliado a Globo Filmes, ao produtor Luis Carlos Barreto e ao Canal 100, Pelé fez o filme “Isto é Pelé” com 100 gols seus e suas participações em mundiais.

A Família real do Futebol

Pelé sempre dividiu os méritos de todas suas conquistas com seus familiares. Ele enaltece e agradece a educação que recebeu de Dona Celeste Arantes do Nascimento e João Ramos do Nascimento, o Dondinho (na foto com Pelé  e Edinho).

 

Além da educação, Pelé aprendeu com seu pai a ser um craque de futebol. Emérito cabeceador (chegou a marcar cinco gols de cabeça em uma vitória do seu time, o Yuracán, de Itajubá), Dondinho, que jogou no Bauru Atlético Clube, Atlético Mineiro entre outros clubes, passou muitos ensinamentos ao filho que foram fundamentais para a formação da carreira mais vitoriosa do futebol mundial.

 

pele-edinho

 

Em 1966, já consagrado como Rei do Futebol, Pelé casa-se com Rosemeri Cholbi. Eles se conheceram durante uma partida de vôlei, na Vila Belmiro. Um ano depois, ela dava a luz a Kelly Cristina, primeira filha de Pelé. Em 1970, nasce Édson Cholbi, que anos depois viria a se destacar como goleiro do Santos FC. Dono de uma excelente impulsão, Edinho – como é conhecido – chegou a ser vice-campeão brasileiro pelo Peixe, em 1995 (foto).

 

Em 1978, nasce Jennifer, sua última filha com Rose. No mesmo ano, o casamento termina. Pelé ainda tem mais duas filhas fora do seu casamento: Flávia Kurtz, reconhecida por ele em 1990, e Sandra Regina, reconhecida judicialmente em 1991.

 

Em 1994, Pelé casa-se com a psicóloga Assíria Lemos, com quem tem mais dois filhos, os gêmeos Joshua (na foto com o pai na inauguração do Complexo Modesto Roma do CT Rei Pelé) e Celeste. Em 1996, Pelé amarga a perda do seu pai e eterno mestre, Dondinho.

Marcas Conquistadas

Mais jovem artilheiro do Campeonato Paulista

1957 – Santos (fez 17 anos durante a competição)

 

Mais jovem Campeão Mundial

1958 – Brasil (17 anos)

 

Mais jovem Bicampeão Mundial

1962 – Brasil (21 anos)

 

Maior artilheiro em uma temporada

1959 – 127 gols

 

Maior artilheiro da história da Seleção Brasileira

95 gols

 

Maior artilheiro do futebol profissional

1.281 gols

 

Maior transação do futebol até o fim dos anos 70

1975 – Para o Cosmos (US$ 7 milhões)

 

FICHA Técnica

 

Nome: Edson Arantes do Nascimento

Posição: meia-atacante

Filiação: João Ramos do Nascimento (Dondinho) e Celeste Arantes do Nascimento

Data e Local de Nascimento: 23/10/1940, em Três Corações (MG)- Brasil

Chuteira: 39

Estreia como profissional: Santos FC 7 X 1 Corinthians de Santo André

Jogos: 1.365 jogos

Gols: 1.281 gols

Jogos pelo Santos: 1.116 jogos

Gols pelo Santos: 1.091 gols

Jogos pela Seleção Brasileira: 114 jogos

Gols pela Seleção Brasileira: 95 gols

Clubes: Santos FC (1956 a 1974) e Cosmos (1975 a 1977)

• Campeonato Paulista

1958/60/61/62/64/65/67/68/69/73

• Torneio Rio-São Paulo

1959/63/64/66

• Taça Brasil/ Robertão

1961/62/63/64/65/68

• Taça Libertadores da América

1962/63

• Mundial Interclubes

1962/63

• Torneio Tereza Herrera

1959

• Torneio Pentagonal do México

1959

• Torneio de Valência

1959

• Torneio Dr. Mario Echandi

1959

• Torneio Giallorosso

1960

• Torneio Quadrangular de Lima

1960

• Torneio de Paris

1960/61

• Torneio Itália 61

1961

• Torneio Internacional da Costa Rica

1961

• Torneio Pentagonal de Guadalajara

1961

• Taça das Américas

1963

• Torneio Internacional da Venezuela

1965

• Torneio Hexagonal do Chile

1965/70

• Torneio Internacional de Nova York

1966

• Torneio Triangular de Florença

1967

• Recopa Sul-Americana

1968

• Recopa Mundial

1968

• Torneio Pentagonal de Buenos Aires

1968

• Torneio Octogonal do Chile

1968

• Torneio da Amazônia

1968

• Torneio de Kingston

1971

• Torneio Laudo Natel

1974

• Campeão Mundial de Seleções

1958 – Brasil

1962 – Brasil

1970 – Brasil

 

• Campeão da Copa Rocca

1957 – Brasil

1963 – Brasil

 

• Campeão Sul-Americano Militar

1959 – Seleção das Forças Armadas Brasileiras

 

• Campeão Brasileiro de Seleções

1959 – Seleção Paulista

 

• Campeão da Copa Oswaldo Cruz

1958 – Brasil

1962 – Brasil

1968 – Brasil

 

• Campeão da Copa Bernardo O´Higgins

1959 – Brasil

Em 21 anos de carreira

Uníco Jogador Tricampeão mundial da Hístoria

NÚMEROS Do Rei Pelé

6.662 dias foi o período de Pelé como jogador do Santos Futebol Clube

1.281 gols reconhecidos pela FIFA, a entidade máxima do futebol

1.091 gols marcados por um único clube, o Santos Futebol Clube

95 gols marcados com a camisa da Seleção Brasileira

58 gols marcados em um único campeonato, o Paulista de 1958

32 títulos conquistados na carreira, uma média de 1,5 por ano

4 vezes artilheiro isolado do torneio Rio - São Paulo

9 vezes consecutivas artilheiro do Campeonato Paulista

14 jogos disputados em Copas do Mundo pela Seleção Brasileira

50 gols no maior rival do Santos, o Corinthians entre 1957/1974

7 milhões de dólares foi o valor pago pelo Cosmos para ter Pelé

12 vitórias conquistadas pela Seleção em Copas do Mundo

1 vez artilheiro do Mundial Interclubes com 3 gols, em 1962

1 vez artilheiro da Taça Libertadores da América com 11 gols

1 vez artilheiro do Campeonato Brasileiro das Forças Armadas

1 vez artilheiro da Copa América com 8 gols, no ano de 1959

2 vezes artilheiro da Taça Brasil, nos anos de 1961 e 19636

5 gols marcados em 111 partidas disputadas pelo Cosmos NY

 
 
 
 
 
 
 
 
 

Pelé

Galeria de Fotos Rei Pelé

 

Vídeos e Gols do Rei Pelé

 

Foi nesse mesmo lugar em Curuçá que o Rei deu seus primeiros passos para o sucesso no SANTOS F.C. e na SELEÇÃO BRASILEIRA, onde ficou marcado seu nome para eternidade.

A camisa, as cores e distintivo, semelhante à Seleção Brasileira, foram colocados, pelo motivo de que o Rei Pelé nos deu muitas alegrias com a amarelinha, também um sonho de todos atletas de futebol, de um dia jogar na Seleção Brasileira e o  numero 10, no nome TALENTOS10 e também no uniformes da Escola, foi colocado porque o nosso Rei imortalizou este numero e esta é uma homenagem do numero 10 do Rei no nome e nos uniformes da escola TALENTOS 10 F. C., veja as fotos abaixo de antes do Rei Pelé no Sãopaulinho da Vila Curuçá com 13 anos no campo de terra e hoje o campo gramado com TALENTOS 10 F. C.(no detalhe a Caixa de Água). 

A TALENTOS 10 FUTEBOL CLUBE, foi fundada a partir do dia 01 de maio de 1997 onde foi na inauguração do estádio municipal ‘JOSÉ SPECT FILHO’ na Av. São Paulo nº 1-00, Vila Dutra/Bauru-SP (Antigo campo de terra da Vila Dutra), a Associação TALENTOS 10 FUTEBOL CLUBE participou do evento esportivo do Torneio de 1º de maio da Vila Dutra.

Na inauguração houve uma partida de futebol na categoria Sub-12, em que um dos fundadores desta Associação JORGE ADRIANO DOS SANTOS " Seu Jorge" formou uma equipe para apresentação, foi uma partida competitiva, onde empataram no resultado de 3(três) a 3(três) contra uma equipe de garotos da Vila Dutra também. Giorge Leonardo que é também um dos fundadores da TALENTOS 10, acabou fazendo os três gols para o TALENTOS 10.

A partir do torneio dia 1º de maio de 1997 iniciou o trabalho de Seu Jorge, onde fez uma parceria com a prefeitura de Bauru na SEMEL (Secretaria Municipal de Esporte e Lazer), em que ele trabalhava voluntariamente em treinamentos de futebol diários de segundo, quarta e sexta nos horários de manhã das 08h00min as 12h00min e tarde das 14h00min as 18h00min, a associação foi frequentada por criança e jovens de 05 (cindo) a 18 (vinte e um) anos com treinamento específicos para cada idade e participação em diversos campeonatos Municipais, Regionais, Estaduais e entre outros, onde mostra as figuras a direita.

Homenagem do TALENTOS 10 ao Rei Pelé

 

 

No mesmo lugar onde o Rei do Futebol EDSON ARANTES DO NASCIMENTO “Rei Pelé” começou, no antigo Sãopaulinho de Curuçá, hoje se encontra a Escola de Futebol TALENTOS 10 FUTEBOL CLUBE da Vila Dutra, no antigo Campo de Terrão de Curuçá, o campo foi reformado e colocado o nome "José Spécti Filho".

 

 
  • Wix Facebook page
  • Instagram
  • YouTube

 

TALENTOS 10 DDTIRPS FORMAÇÃO DE ALTETAS LTDA

CNPJ: 20.094.142/0001-72

Atendimento whatsaap: +55 14 98109-0542

Segunda a sexta das 13h00 as 18h00

Endereço: Rua Principal, 2-65, HR Lago Real Res. Cinturão Verde, Bauru, SP – CEP: 17100-000 (Chacará Fut Show)

Rodovia João Ribeiro de Barros (Rodovia Bauru/Marilia), KM 356, Bauru-SP (próximo/atrás ao Canil).

Email: talentos10@talentos10.comwww.talentos10.com